Crónicas Matinais

[ quarta-feira, maio 28, 2003 ]

 

Calha bem que até nem estou em Portugal e, se estivesse, nem estava em Lisboa. Assim nunca me tentaria a ir e a ter um ataque alérgico!
Vem isto a propósito de um post da minha querida Charlotte. Ela diz, como podem ler, que a próxima pérola do já mítico " É a Cultura, Estúpido!" conta ( pelos vistos como é habitual) com excelsos e ilustres bloguistas. Eu deles gosto de todos ( quer dizer há um que me faz entrar em convulsões pelos piores motivos) , agora...a rapariga que vai moderar ...são outros quinhentos.
A rapariga ( ide lá ver o nome dela que eu nem o nome consigo escrever sem me coçar ) pode ser bonita, que é; pode ser esperta ( como eu costumo dizer dos cachorrinhos e assim...) ; e até pode saber falar ( se estiver escrito, digo eu, que tenho má vontade com a "piquena"). Mas só a presença dela me provoca urticária.
Não sei se leram ( espero bem que sim! ) os maravilhosos contos de Tchékhov. Um dos meus preferidos, Kachtanka, conta a história de uma cadelinha muito especial. [ Esperem , não vou chamar isso à mocinha!, sou bem educada e, além disso, gosto de cães. ]
Ora essa cadelinha tinha um problema com música. E que passo a transcrever justifica a referência; atentem:
(...)" Estava a falar nestes termos com ela quando ribombou , de súbito, a música. Kachtanka virou a cabeça e viu que pela rua, directamente ao seu encontro, marchava um regimento militar. Como Kachtanka não suportava música, que lhe mexia com os nervos, desvairou-se e pôs-se a uivar. Para sua surpresa , o marceneiro ,em vez de se assustar , ganir e latir , esboçou um sorriso largo, tomou a posição de sentido e levou os cinco dedos à testa numa continência. Vendo pois que o dono não se impunha , Kachtanka uivou ainda mais alto e, fora de si, atravessou precipitadamente a rua para o passeio oposto."(...)
[ Tchékhov, contos de; Volume I; Clássicos-Relógio D'Água ]

Pois é isto que sinto quando oiço ou vejo a tal da rapariga . Não me podia pôr a uivar e a coçar , pois não???

Mas desejo que corra muito bem e que seja uma sessão memorável! Mai'nada.

Ana [5/28/2003 01:15:00 da tarde]