Crónicas Matinais

[ segunda-feira, julho 07, 2003 ]

 

Este poema é ENORME.
Em todos os sentidos. Tentei colocá-lo aqui, mas dá erro, justamente por ser grande.

Mas como queria fazer um elogio à morfina ( tive uma crise renal e só a morfina resulta ) mas em sentido figurado, claro, a única hipótese é colocá-lo aqui assim.

De resto ça va...

Ana [7/07/2003 01:46:00 da tarde]