Crónicas Matinais

[ terça-feira, julho 29, 2003 ]

 

Le Freak C'est Chic

Não faltam na blogosfera relatos sobre Paris. Porreiro. Isso poupa-me a estucha de ter de falar dessa cidade onde vivo , mas que não amo.
Mas, às vezes, e quando me canso de procurar imagens bonitas ou posters de filmes para colocar cá no blog, apetece-me também contar pequenos episódios; cenas da vida parisiense.

Sei dizer que ontem fui jantar fora com uns amigos que chegaram de Portugal e que me levaram a um restaurante que eu simplesmente adoro : o Maxim's!
Escusado será dizer que , tirando os preços, lá tudo é quase perfeito. E que é bem frequentado; whatever that means.

A mesa ( reservada pelos meus amigos com a devida antecedência) onde nos colocaram era uma maravilha; não porque fosse feita de alguma madeira especial, não; mas porque ficamos estrategicamente colocados , ou seja, viamos todos os que entravam e saiam. Óptimo para quem gosta de ver e ser visto. E eu, admito, às vezes também preciso de me sentir fútil; sempre sou uma mulher, que caraças!

De maneira que entre o foie gras e o queijo de cabra quente com nozes, fartei-me de ver "estrelas".
Gente do cinema e do teatro, políticos,criminosos de alto gabarito, putas de fama internacional, etc.

A nossa conversa ,à mesa , como podem imaginar, girava em torno dessa gente mediática que, normalmente, me entedia de morte ou não fosse eu obrigada a lidar com esse , como dizê-lo...gado, por razões profissionais. Tinhamos, eu e esses amigos, umas questões importantes a tratar; questões culturais e diplomáticas , mas a futilidade , a frivolidade, ganhou.
E, portanto, acabamos por discutir -apaixonadamente- as tais figuras mediáticas que cintilavam no Maxim's ontem à noite.
Dos trapinhos aos penteados , do porte das mamas ao tamanho dos rabos...marchou tudo! Por momentos senti-me uma colunista social !

Estou em crer que ( perdoa-me mãezinha) utilizei mesmo expressões como " Ai que máximo! " ; " Super-gira!"; " Absolutamente fabuloso!"; "Definitivamente In !".
Pronto. Admito que se me parou o cérebro. Não sei se foi o Glamour excessivo se o que foi, sei é que , por minutos, me tornei num desses seres odiosos que não têm nada dentro do crânio.
Da bebida não foi porque, como os meus amigos sabem, sou totalmente abstémia.
Talvez fosse da água, sei lá! ( Ai,disse ( escrevi) sei lá!, querem ver que a estupidez ainda cá está ? )
Bom, das inumeras personalidades que estavam no restaurante , umas cinco ou seis vieram cumprimentar-me.
Atenção que era malta ligada aos livros e à cultura com C maiúsculo , que eu -fora o trabalho- não costumo frequentar. Mas, enfim, é gente bem educada .

Comentários dos meus amigos : " Pois, estes teus conhecidos até podem ser muito cultos e interessantes , mas...tão mal vestidos! Parecem maltrapilhos; parecem freaks!

Ao que eu respondi,com o nariz o mais arrebitado que me foi possível: Le Freak C'est Chic!

E pronto, aqui fica registada a comédia de costumes deste verão. Não me peçam mais que não tenho talento para estas coisas. Um dia por ano com o cérebro totalmente parado já chega, não?


Ana [7/29/2003 11:22:00 da manhã]