Crónicas Matinais

[ segunda-feira, agosto 25, 2003 ]

 

Bom dia!

Uma barrigada de riso;

é o que me acontece ao ler alguns blogs de jornalistas de Portugal que, pelos vistos, resolveram juntar-se à blogosfera porque descobriram que este é um meio fácil para poder dizer mal dos colegas.
Tudo bem; é lá com eles e eu não tenho nada com isso...mas que me provoca uma barrigada de riso, lá isso...


O que também me faz rir é a argumentação da moda sobre o terrorismo. E, ainda mais, a suposta culpa -seja lá do que for- dos americanos.
Vivo em França que é, como se sabe, um país com pretensões a patrono do mundo civilizado . E pretensão , tal como a água benta, cada qual toma a que quer.
Aqui , neste pretensioso país, a moda é culpar os americanos de tudo e, em tendo paciência para esperar , lá conseguimos provar isso mesmo.
Como se sabe, por causa do calor excessivo da primeira quinzena de Agosto, morreram cerca de 13 mil pessoas.
A culpa não é do Governo, claro! A culpa é da pretensão mentecapta dos franceses, de pensarem que a França está acima de qualquer perigo e que o que acontece aos outros a eles, que são tão "civilizados" e bem vestidos, não acontecerá.
De maneira que , como não há ares condicionados em praticamente lado nenhum, em vindo o calor , os mais fracos caem como tordos.

Estava eu , no Sábado, a ver uma emissão de televisão muito jeitosa, na France 2, quando esse assunto ( que é mais ou menos tabu para os mais aguerridos franceses anti-resto do mundo ) veio à baila.
Diz uma senhora, muito de esquerda e muito verde ( por acaso literalmente ) : "Pois cá a je pensa que a culpa é do governo; porque o primeiro ministro não soube prevenir a tempo e..." - a palavra foi-lhe cortada por um senhor muito limpinho , diz ele que é de direita ( mas não é) , que retorquiu: " É nada! A culpa é das alterações climáticas! O governo não pode nada contra a natureza; a culpa é da camada de ozono,e, falando nisso, é preciso lembrar que a França cumpre as normas internacionais e..."-aqui o moderador interrompe e diz : " Sim, a França cumpre, o mesmo já não se pode dizer de outras potências como, por exemplo, os EUA..."- aqui ambos, o limpinho supostamente de direita, e a senhora verde da esquerda, acenavam com a cabeça a concordar o mais possível, e dizem em coro : " Ah pois é"- e o moderador ( comuna, ou pelo menos da velha e ressequida esquerda tão gaulesa, como quase todos os jornalistas com mais de 50 anos) continua: " portanto, a questão é saber se não é preciso obrigar os prevaricadores , especialmente os EUA , a cumprirem as normas internacionais, de modo a evitar este tipo de catástrofes ..." - e dizem os outros dois, já tipo siameses , muito ligados e juntinhos: " Sim, sim, essa é a questão...e..."

Eu mudei de canal aqui.
Ou seja, a culpa dos mais de 13 mil mortos ( cenário geralmente visto em países Africanos, por exemplo) é dos Americanos!
Nisso esquerda e direita francesas conseguem chegar a acordo.
Sacudir a água do capote, desta forma tão original , dá ou não dá vontade de rir?

Dos Americanos é mas é a culpa de-no nosso velho mundo que é a Europa- se poderem dizer este tipo de disparates com total liberdade. Isso sim. Baghhh

Mas eu, que sou uma livre pensadora, e, quiçá, por estar há uns tempos a respirar este ar gaulês, estive umas duas horas a pensar neste tipo de lógica da baguette, e cheguei a estas, possíveis, conclusões:

1- A culpa , pelas minhas dores no pé esquerdo,é dos EUA. ( tenho um princípio de joanete; doi-me; e isto só me começou a acontecer quando comprei um par de sapatos -edição especial- da GAP. Ora a GAP é norte-americana; daí que a conclusão é simples...)

2- A culpa ,pelos arranhões que tenho na coxa esquerda, é dos EUA. ( Estava a ver a CNN e como estava muito compenetrada , não vi o sacaninha do gato a subir para o sofá e a deitar-se no lugar que é reservado ao meu delicado rabo, rabo que estava de pé, por via de me ter levantado para limpar a cinza do cigarro que tinha deixado cair inadvertidamente. De modo que me sentei em cima do gato e ele, bruto como as casas, ferra-me as unhas na minha coxinha alva e delicada. Se não houvesse EUA e CNN nada disto teria acontecido, porque duvido que outro canal me fizesse estar assim tão compenetrada .)

3- A culpa dos problemas demográficos do mundo civilizado é dos EUA. (por vários motivos: primeiro porque -também aqui a CNN- com a televisão a mostrar o mundo todo e tudo o que se passa , a mostrar-nos aqueles conflitos armados, as crianças a morrer, a fome...a malta começa a ter sérias dívidas acerca da legitimidade de se trazer mais gente a este mundo de merda; depois porque , devido à massificação da música, cinema , etc...
podemos temer ter filhos como o Eminem, o Moby, o Tom Jones, a Madonna e, pior!, a Mónica Lewinsky.)

4- A culpa do meu mau feitio é dos EUA. ( Eu sou uma pessoa que sou calma , que sou. Mas com tanta estupidez que se diz sobre os EUA, sobre o seu apoio ao meu povo judeu; com a defesa do caminho menos mau para a paz, o progresso e a democracia...começam-me a subir uns calores, arrepia-se-me a pele...e pronto! Mau feitio! )


É um exercício muito engraçado este. A sério. Experimentem.
Dá para tudo...basta ter um bocadinho de imaginação e pouco bom senso! Não custa nadinha. :)

Os EUA são os os irmãos Oliveirinha do mundo...

Ana [8/25/2003 11:15:00 da manhã]