Crónicas Matinais

[ quarta-feira, novembro 12, 2003 ]

 

Eu desejo toda a sorte do mundo aos nossos homens e mulheres , da GNR, que partem esta noite para o Kuwait. E amanhã para Nassiriyah; cidade iraquiana onde hoje um, ou dois, assassinos ( ainda não se sabe bem), fez explodir um ( ou dois) carro junto à base dos carabineiros italianos. Lá vão ficar os nossos 128 bravos.
Tal como escreveu hoje João Pereira Coutinho ( não faço link porque :vocês clicam, ficam lá a lê-lo; uns a dizer que sim, outros que não... e depois já não me lêem até ao fim ;).) , os atentados terroristas e cobardes que -diariamente- são perpetrados no Iraque, são sinal de desespero. E são sinal de que as coisas estão a avançar ; que a coligação está a desempenhar bem, ou menos mal se quiserem, o seu trabalho. Ou seja: está a mostrar ao mundo o tipo de gente que pretende voltar a comandar os destinos do país: Assassinos e mercenários. Terroristas.

Eu vou voltar,em breve, para lá. Vou onde está a notícia. Nos últimos dias tenho conversado muito com o senhor Y., o senhor que me deu guarida das outras vezes que lá fui. E que vai voltar a dar, porque eu não aprecio ficar em hoteis, nem ser chateada com propaganda e contra-propaganda. Gosto pouco que me levem ao colo.

De modo que o senhor Y., um dos mais felizes iraquianos que eu conheço desde que começou a ser livre ( coisa recente, menos de 6 meses ) , diz-me o seguinte: « Que Alá ajude os soldados internacionais. Se nos falharem agora, somos nós -sozinhos- que temos de nos proteger contra estes terroristas. Eles matam-nos! Já matavam antes e querem continuar a matar. Que Alá proteja os soldados. »
Isto a mim basta-me. ( Mas há tantas coisas mais. )

Que Alá, que D-us, proteja os soldados no terreno. Os nossos incluídos, claro.

Aos soldados italianos, e os iraquianos, mortos esta manhã , em mais um atentado cobarde e criminoso, ( e a todos os outros ) levado a cabo por terroristas; digo obrigada. Muito obrigada. Cumpriram a sua missão . Sem cobardia.

E aos que defendem que o terrorismo só agora começou ( como também explica, e bem, J.P.C.) , com a chegada das tropas aliadas, pergunto se já viram uma vala comum; se não viram, e quiserem ver ( não truncadas a là Mao ou Estaline ) , eu posso enviar cópias das fotografias. E vários depoimentos .

E para quem for tipo S.Tomé, informo que a companhia aérea da Jordânia está a fazer voos promocionais a muito bom preço; e que , depois, a viagem para o Iraque é barata também. Também dá , e é o meu caso, para ir desde o Kuwait. Mas os vistos lá estão atrasados ; isto por causa dos nossos GNRs , que só ontem garantiram todos os vistos, precisamente aqui em Paris. E se não acreditam em mim...perguntem ao Carneiro Jacinto!

E, agora sim, já posso fazer o link para o J.P.C.. Cidadão que- acho bem explicar- me irrita tanto como ao meu querido maradona.

Ana [11/12/2003 12:28:00 da tarde]