Crónicas Matinais

[ terça-feira, dezembro 09, 2003 ]

 

Hoje , no Fórum Mulher, da TSF, a pergunta foi: Defende a Realização de um Novo Referendo Sobre a Descriminalização do Aborto?
A maioria das mulheres defendeu um novo referendo; e mostrou-se favorável à descriminalização. Das duas uma: ou muitas mulheres mudaram de ideias ( o que é bom ), ou se deixaram ficar em casa no primeiro referendo( o que foi e é muito mau ).
Como mulher tenho de ser favoravel à livre escolha. Não posso fechar os olhos à realidade, refugiando-me em argumentos fáceis e conceitos como "moral" e "crime".
Sou crente. A minha realção com D-us é, não só forte, mas permanente. Para tudo.
Mas isso não me torna cega. Muito pelo contrário.
Na questão do aborto cada caso é um caso. Trata-se de pessoas. De mulheres e de pequenos seres dentro delas.
Não tenho o direito de condenar quem quer que seja. E por não ter esse direito é que fico triste, muito, muito triste com a troca de argumentos estéril que sempre acontece quando se discute esta questão.
Um lado dispara : «hipocrisia» «falso moralismo» ; o outro: «imoral» « criminosas».

A lei tem de garantir a dignidade a todos os cidadãos. A lei actual não garante a dignidade das mulheres que escolhem abortar. É um facto.
É preciso mudá-la. Quer se seja contra ou a favor do aborto .
Não contem comigo para pregar regras morais.

Ana [12/09/2003 05:56:00 da tarde]