Crónicas Matinais

[ quarta-feira, março 03, 2004 ]

 

Caramba! , é-me perfeitamente indiferente que a Odete Santos seja comunista e eu seja de centro-direita: ela disse muitas verdades na abertura do debate sobre o aborto na A.R.. Esta não é, não pode ser!, uma questão política.
É uma questão humana. De livre escolha. Tem de ser. É uma questão de Liberdade. De Democracia.

Já a defesa do aborto feita pelo cidadão Louçã , sinceramente, acho que toda a gente pode dispensar.
A forma como ele iniciou a defesa -de uma boa causa- é nojenta. Mais: Louçã, ao aproveitar este momento para fazer luta política centrada em Portas é muito mais desrespeitador para com as mulheres que abortam do as opiniões dos movimentos "pela vida".


Ana [3/03/2004 04:33:00 da tarde]