Crónicas Matinais

[ terça-feira, março 23, 2004 ]

 

Lista ( bastante incompleta) das acções humanitárias - e pela paz, claro!- do Hamas e do senhor tetraplégico que o regia. Todas as acções apresentadas foram reivindicadas.

Fase 1- Raptos, armas de fogo e armas brancas – vertente brigadas Izz al-Din al-Qassam

Fevereiro 18,1989- Rapto e assassinato do soldado israelita Avi Sasportas.
Maio 4, 1989- Rapto e assassinato do soldado israelita Ilan Sa’adon.
Julho 28,1990- Assassinato do turista canadiano Marnie Kimelman em Telavive.
Dezembro 24,1990- Assassinato de três trabalhadores judeus numa fábrica de Jaffa.
Outubro 11,1991- Atropelamento de dois soldados israelitas- Aaron Agmon Klijami e Shmuel Michaeli- ambos morreram.11 outros soldados ficaram feridos.
Maio 17,1992- Assassinato, a tiro, de David Cohen em Gaza.
Maio 24,1992- Helena Rapp, de 15 anos, apunhalada até à morte por um terrorista do Hamas.
Maio 27,1992- Rabi Shimon Biran, apunhalado até à morte por um terrorista do Hamas .
Junho 22,1992- Um policia e um civil israelitas feridos num tiroteio em Rimal ( um carro do Hamas passou pela esquadra e os condutores abriram fogo ).
Junho 25,1992- Moshe Bino e Ami Zaltzman apunhalados até à morte em Gaza.( no mesmo dia, noutra cidade, uma israelita foi ferida a tiro. )
Setembro 18,1992- O soldado israelita Alon Caravani apanha boleia de uns «amigos» palestinianos ( azar!eram do Hamas!) é apunhalado dentro do carro e atirado fora-com o mesmo em andamento- já morto.
Setembro 22,1992- Avinoam Peretz, policia de fronteira, é assassinado em Jerusalém .
Outubro 21,1992- Tiros disparados de um carro em andamento ferem um polícia israelita e uma civil.
Outubro 25,1992- Tiros disparados de um carro em andamento matam o soldado Shmuel Geresh e ferem um outro.
Novembro 20, 1992- Primeira tentativa de atentado com carro armadilhado. Felizmente gorado. O carro , os explosivos e os terroristas foram apreendidos.
Dezembro 7, 1992- Três soldados israelitas assassinados a tiro quando o carro em que seguiam foi atacado.
Dezembro 12,1992- Um soldado israelita morto e dois feridos quando o carro em que seguiam foi atacado .

Fase 2- vertente definitiva Hamas-Izz a-Din al Qassam –1993 foi o ano em que o Hamas começou a reivindicar as suas acções terroristas como Hamas. As bombas e os Homens/Mulheres Bomba

Dezembro 13,1992- Nissim Toledano, soldado israelita, foi raptado quando se dirigia para o trabalho . Em troca foi pedida a libertação do líder do Hamas Ahmad Yassin ( sim, o que foi despachado ontem ). O corpo de Toledo apareceu dias depois em Jerusalem.
Setembro 24, 1993- Yigal Vaknin esfaqueado até à morte em Basra.
Outubro 24,1993- Ehud Rot e Ilan Levi, soldados, faziam a ronda quando terroristas do Hamas , disfarçados de judeus , os abateram a tiro .
Novembro 7,1993- Efraim Ayubi, motorista do Rabi Chaim Drucksman , morto a tiro em Hebron.
Dezembro 1, 1993- Shalva Ozana e Yitzhak Weinstock, ambos adolescentes, assassinado por tiros disparados por um carro em movimento em Ramallah.
Dezembro 6, 1993- Mordechai Lapid e o filho adolescente Shalom Lapid assassinados a tiro em Hebron.
Dezembro 22, 1993- Eliahu Levin e Meir Mendelovitch assassinados a tiro em Ramallah.
Dezembro 24,1993- Meir Mintz, comandante das forças especiais israelitas em Gaza, assassinado a tiro .
Janeiro 14, 1994- Grigory Ivanov assassinado à facada em Gaza.
Fevreiro 13, 1994- Noam Cohen, dos serviços de segurança de Israel, assassinado a tiro numa emboscada. Dois outros israelitas ficaram feridos.
Fevreiro 19, 1994- Zipora Sasson, grávida de 5 meses, assassinada a tiro numa emboscada em Ariel.
Abril 6,1994- Asher Attia, Vered Mordechai, Maya Elharar, Ilana Shreiber, Meirav Ben-Moshe, Ayala Vahaba, Fadiya Shalabi, Ahuva Cohen Onalla , assassinados num atentado à bomba –seguiam num autocarro.Dezenas de feridos.
Abril 7, 1994- Yishai Gadassi assassinado a tiro num posto de fronteira em Ashdod.
Abril 13,1994- Rahamim Mazgauker, David Moyal, Daga Perda, Bilha Butin, Ari Perlmutter , assassinados num atentado suicida. Estavam à espera do autocarro numa paragem em Hadera. Dezenas de feridos.
Maio 20, 1994- Moshe Bukra e Erez Ben-Baruch, ambos soldados, assassinados a tiro num checkpoint em Erez.
Julho 19,1994- Guy Ovadia morto numa emboscada no Kibbutz Yotvata.
Outubro 9, 1994- Ma’ayan Levy e Samir Migrabi , assassinados na baixa de Jerusalém.
Outubro 14, 1994- Nahshon Wachsman , soldado de 20 anos raptado pelo Hamas. Assassinado dias depois. Um dos soldados que o tentou resgatar- Nir Poraz, foi também assassinado.
Outubro 19, 1994- Um «homem» bomba infiltrado na linha de autocarros nº 5 mata 21 israelitas e 1 holandês: Haviv Tishbi, Moshe Gardinger, Pnina Rapaport, Galit Rosen, Zippora Ariel, David Lida, Puah Yedgar, Dalia Ashkenazi, Aviv Esther Sharon, Ofra Ben- Naim, Tamar Karlibach-Sapir, Shira Meroz-Kot, Miriam Adaf, Anat Rosen, Salah Ovadia, Eliahu Wasserman, Alexandra Sapirstein, Pierra Atlas, Ella Volkov, Ayelet Langer-Alkobi, Kochava Biton, Rinier Yurest. Dezenas ficaram feridos.
Novembro 19, 1994- Gil Dadon, morto por tiros disparados desde um carro em andamento em Netzarim.
Janeiro 22, 1995- Duas explosões consecutivas em Beit Lid matam 18 soldados israelitas e um civil. A Jihad Islamica e o Hamas reivindicam o duplo atentado. Morrem: David Ben-Zino, Adi Rosen, Yuval Tuvya, Anan Kadur, Damian Rosovski, Yehiel Sharvit, Yaron Blum, Maya Kopstein, Daniel Tzikuashvili, Avi Salto, Rafael Mizradi, Eran Gueta, Soli Mizrahi, David Hasson, Amir Hirschenson, Gilad Gaon, Ilie Dagan, Eitan Peretz, Shabtai Mahpud, Eyal Levy,Yaniv Weiser. Dezenas de soldados e civis ficaram feridos.
Julho 24, 1995- Atentado suicida -"homem"- bomba- num autocarro em Ramat Gan. Morrem: Moshe Shkedi, Rahel Tamari, Zviya Cohen, Zahava Oren, Nehama Lubowitz, Mordechai Tovia. Dezenas ficaram feridos.
Agosto 21, 1995- "Homem"- bomba explode-se num autocarro em Jerusalém. Morrem: Rivka Cohen, Hannah Naeh, Joan Davenney , Noam Eisenman . Dezenas de feridos.
Fevreiro 25,1996- "Homem"-bomba explode-se na linha 18 perto da Estação Central de Jerusalém . Morrem 17 civis e 9 soldados: Daniel Biton, Yitzhak Elbaz, Boris Sharpolinsky, Yitzhak Yakhnis, Peretz Gantz, Anatoly e Jana Kushnirov, Masuda Amar, Swietlana Gelezniak, Celine Zaguri, Navon Shabo, Michael Yerigin, Matthew Eisenfeld, Sara Duker, Wael Kawasmeh, Yitzhak Weinstein , Yonatan Barnea, Gabriel Krauss, Gadi Shiloni, Moshe Reuven, Arye Barashi, Iliya Nimotin, Merav Nahum, Sharon Hanuka, Arik Gaby. Dezenas de feridos.
Fevereiro 25,1996- Hosif Ayyash morto num atentado à bomba num hitchhiking post.
Março 3, 1996- Novo atentado suicida na linha 18 –Jaffa Road-em Jerusalém. 19 mortos: Maya Birkan, Naima Zargary, Gavriel Shamashvili, Shemtov Sheikh, Anna Shingeloff, Raya Daushvili, George Yonan, Sarina Angel, Gidi Taspanish, Valerian Krasyon, Dominic Lunca, Daniel Patenka, Marian Grefan, Mirze Gifa, Dimitru Kokarascu, Imar Ambrose, Yoni Levy, Haim Amedi, Uzi Cohen. Dezenas de feridos.
Março 21,1997- Michael Avrahami , Yael Gilad, Anat Winter-Rosen , mortos quando um "homem"-bomba se detonou na esplanada de um café em Telavive. Mais de 50 feridos.
Abril 10, 1997- Descoberto o corpo de Sharon Edri, raptado 7 meses antes pelo Hamas.
Julho 30, 1997- 16 mortos e 180 Feridos em dois atentados , à bomba, no mercado Mahane Yehuda em Jerusalém: Lev Desyatnik, Regina Giber, Valentina Kovalenko, Shmuel Malka , David Nasco, Muhi A-Othman, Shima Fremd, Grisha Paskhovitz, Leah Stern, Rachel Tejgatrio, Liliya Zelezniak, Shalom Zevulun , Mark Rabinowitz, Eli Adourian, Ilia Gazrach, Baruch Ostrovsky.
Setembro 4,1997- 5 mortos e 181 feridos em três explosões- "homens"-bomba- no centro comercial Ben-Yehuda em Jerusalém: Yael Botwin, Sivan Zarka e Smadar Elhanan –todos com 14 anos. Mais: Rami Kozashvili e Eliahu Markowitz.

E agora vou descansar um bocadinho. E aproveitar para vomitar.
[Continua].

Ana [3/23/2004 03:13:00 da tarde]