Crónicas Matinais

[ quinta-feira, julho 01, 2004 ]

 

Bom, eu não queria. Aliás, não gosto mesmo nada de vir para aqui apontar dedinhos( digo dedinhos e não dedinho porque ,às vezes,em vez do indicador uso o médio...) a camaradas bloguistas ou blogueadores ou lá o que somos;acho pedante e algo presunçoso. Mas desta vez tem de ser.
Antes de apontar o dedo, porém, tenho de dizer duas coisas:

- O cidadão em causa escreve bem e, o mais das vezes, concordo com as suas ideias;
- O facto de ser discípulo de JPP , por quem eu não nutro especial simpatia, nada tem a ver com a minha crítica.

Vamos lá então:
O texto de que quero falar é este; «Crónica De Uma Crise», o autor é Carlos Marques de Almeida, convidado especial de João Pereira Coutinho nos seus «Diários».

O texto está bem escrito, i.e., português sem mácula; boas palavras.
Mas...
A sério, vão lá ler e, por favor, expliquem-me o que é que Carlos Marques de Almeida quer dizer. Eu não apanhei uma única ideia.
Só retórica e vácuo. Não consegui descobrir, em concreto, sobre o que é que o autor está a falar.
Juro que, na blogosfera, nunca me tinha acontecido!

[Um beijinho ao excelso Carlos Marques de Almeida que, espero, não vai levar a mal a alfinetada.]

Ana [7/01/2004 03:53:00 da tarde]