Crónicas Matinais

[ quinta-feira, agosto 12, 2004 ]

 

[Ando aqui às voltas com dores nas cruzes mas, felizmente, o correspondente no Brasil está cheio de energia!]

A melhor batalha.

Corre, pula, nada, salta, chuta, bate. Sorri, chora, grita, alegra, sofre. Concentra, distrai, ganha, perde, empata. Ouro, prata, bronze. Vigésimo primeiro, segundo, terceiro, último. Conquista, fracasso. Vitória, derrota. História.
Começa nesta semana, mais uma batalha. Uma batalha pela vida. Uma batalha pela imortalidade do nome. Uma batalha que todos querem ver. Jogos Olímpicos de Atenas.
O mais interessante e importante não é necessariamente a disputa em si. É a integração dos mais variados povos e culturas de nosso planeta. Heróis, que já entraram para a história, independente dos resultados que irão obter. Da maior potência à menor, todos são vencedores. Medalhas de uma cor só.
Mas cores humanas, muitas. Ainda mais quando falemos dos brasileiros que estarão na competição. A diversidade da raça atrás da glória. Da negra baixinha e maravilhosa Daiane dos Santos, da pele branquela e alemã de Robert Sheidt, dos olhos puxados de Hugo Oyama e Danielle Ishiro e dos outros duzentos e tantos que vão ganhar, perder, sorrir, sofrer. Representar este país, vestir-se de verde, amarelo, azul e branco já não tem preço que pague. Quanto mais se, porventura, tocar o hino nacional brasileiro e ver a nossa bandeira tremulando no lugar mais alto do pódio. Mas, mesmo sem as medalhas já são vencedores.
E quanto a nós, estamos incumbidos de, se preciso for, assoprar a Tv por algum centímetro a mais, vibrar, torcer, berrar, se afogar com tanta pipoca, andar com a nossa bandeira debaixo dos braços, ter o mesmo orgulho de toda Copa do Mundo conquistada, pois, esta qualidade é o maior defeito. Ter orgulho do nosso país apenas em eventos esportivos.
O Brasil estará lá mais uma vez. O nosso orgulho também. Na vitória, na derrota. História e eternidade, em Olimpíadas, sempre serão sinônimos.




Glauco Arns Moretti glaucoarns@yahoo.com.br

Ana [8/12/2004 04:15:00 da tarde]