Crónicas Matinais

[ terça-feira, dezembro 07, 2004 ]

 

Redacção

No Outono gosto muito muito de comer sopa de feijão vermelho e couve tronchuda com bocadinhos de carne de vaca e cenoura.
Mas também não desgosto dos políticos do meu país, e do meu país, porque o meu país é muito bonito, tem muitas árvores e flores e praias e tem o Palácio de São Bento que é um sítio muito animado mas também gosto muito do Palácio de Belém.
Dentro desses palácios há uns senhores muito simpáticos que às vezes ficam constipados ou com outras doenças e eu fico muito triste porque não gosto nada de ver as pessoas doentes.
Mas de quem eu gosto mais é do meu pai e da minha mãe.
A minha mãe também fica muito triste quando os senhores dos palácios ficam doentes e, como é muito nervosa, enerva-se e em vez de lhes mandar medicamentos e ramos de flores manda-os geralmente à merda , que é a maneira que ela arranja para se afligir menos, coitadinha.
Já o meu pai , quando os senhores estão doentes, fica doente também, é muito solidário e hospitaleiro e não o digo por ele ser meu pai mas porque é mesmo verdade.
Por exemplo, aquele senhor de Belém que ficou há dias doentinho com uma crise de amnésia e até se esqueceu de dar um recado a um outro senhor de São Bento que ficou chateado mas depois passou-lhe, até é amigo do meu pai e telefonou-lhe e tudo a pedir ajuda e o meu pai disse-lhe logo: « olha pá, tu pões-me doente, pá, sinceramente pá!».
De quem também gosto muito é daquele senhor que é o presidente do melhor clube de futebol do mundo : o FCPORTO , que andam agora a chatear -e que também anda doente de certezinha - e eu até estou muito mais triste do que o costume porque gosto muito dele.
Mas o meu papá e a minha mamã já me disseram para eu não me preocupar porque é mais fácil ser eu detida por ser amiga de árbitros do que ele e agora ando ainda mais preocupada porque me lembrei que quando andava no liceu dei três caramelos e uma chicla de mentol ao rapaz que arbitrava um jogo de futebol- rapazes contra raparigas - e se ele dá com a língua nos dentes estou frita.
Também gosto muito de rebuçados Doutor Bayard de cavacas e de fatias de Tomar mas infelizmente nem sequer as posso cheirar porque sou diabética.
Finalmente também gosto da altura de Natal que os meus pais festejam mas eu sou mais Chanukah que é daqui a bocadito...


Ana [12/07/2004 10:19:00 da manhã]